MG Blog

Tudo o que você precisa saber sobre automação de marketing
🎧 Automação de marketing torna processos mais eficazes e escaláveis. Os benefícios são muitos e a sua utilização faz com que seja mais simples estruturar uma estratégia.

Gostaria de escutar esse áudio de qualquer lugar e momento? Basta clicar no ícone ao lado e preencher o formulário!

tudo sobre as plataformas de automação de marketing e os benefícios de ter uma

Atualmente quando se fala em Marketing Digital, um dos pontos que já imaginamos é sobre automação de marketing, algo que faz sentido já que estão ligados.

Em todo o mundo são quase 5 bilhões de usuários ativos na internet, segundo o Estudo Digital 2022: Global Overview Report, publicado pelo site Datareportal. O que significa, um público bem amplo para trabalhar estratégias de marketing buscando atrair clientes.

Para que o trabalho seja mais eficiente e efetivo, as automações de marketing são essenciais. Porém, elas podem gerar dúvidas sobre o funcionamento e a razão para se utilizar. Por isso, preparamos um artigo completo, com benefícios, as plataformas e como aplicar.

Neste artigo você vai poder ler sobre:

O que é automação de marketing?

Primeiramente, temos que esclarecer o que é automação de marketing. Não se trata de seguir de volta ou agendar postagens em redes sociais.

A automação de marketing consiste em uma estratégia que utiliza diversas ferramentas digitais para auxiliar no processo de comunicação para potenciais clientes.

Não é apenas disparar e-mails, trata-se de métodos de análise e compreensão sobre os interesses dos leads, economizando tempo e otimizando custos , com isso o profissional terá um foco maior criando estratégias. 

Para quem investe em Inbound Marketing e redes sociais, a gestão de leads é muito mais simples quando feita de maneira automatizada. Além disso, realiza ações integradas com mídias sociais, site, landing page e outros canais.

Você pode utilizar automações de marketing ao capturar um lead recorrendo junto ao processo de Inbound marketing, você também consegue relacionar e analisar o contato capturado.

Quais os benefícios da automação de marketing?

Diversos benefícios podem ser percebidos ao automatizar processos. No marketing digital existem possibilidades de automatizar redes sociais, sites, envios de e-mail marketing e outros canais.

  1. Menos repetições e mais produtividade

A repetição é terrível para a criatividade. Com a automação de marketing os processos se tornam mais produtivos e criativos, pois foco do trabalho pode ser dedicado a criar conteúdos, designs e estratégias…

Embora esse benefício seja menos tangível, ter uma equipe satisfeita contribui com ideias, inovações e estratégias.

  1. Geração de leads qualificados

A automação permite criar sua base de leads com pessoas com real interesse no seu produto.

Usando uma landing page atrativa, com conteúdo informativo do produto e design simples e chamativo, com um formulário para informarem seus dados para entrar em contato, você passa a ter o contato para desenvolver estratégias.

Ao longo das suas páginas no site, você pode colocar CTA’s e assim chamar o lead para a ação. Isso dependerá da atitude deles.

Ao preencher um formulário o usuário mostra em qual produto está interessado. Nas redes sociais os anúncios podem levar em conta dados cadastrais ou envolvimento com suas páginas.

Quem preencher o formulário pode ser inserido automaticamente na ferramenta de automação de marketing.

  1. Integração de canais de marketing digital

Com a automação de marketing os dados são unificados, mesmo vindo de diferentes locais.

No momento que o contato preencher o formulário em uma landing page, no facebook, ecommerce… por exemplo, os dados podem ser encaminhados para a base de contatos. Isso fará com que posteriormente através de automações ele receba anúncios sobre seus produtos.

Dentro da própria ferramenta é possível segmentar por campanha, sabendo se o lead veio das redes sociais ou se deixou itens sem comprar no carrinho, você pode enviar conteúdo personalizado para recuperar aquele usuário.

  1. Nutrição de leads

E-mails marketing são relativamente simples de serem enviados. Apresentam baixo custo de produção e podem ser utilizados em qualquer etapa do funil de compras.

Por meio do Inbound Marketing você pode criar conteúdos relevantes que sejam do interesse do lead e qualificar o mesmo por meio da nutrição de leads.

Alguns leads estão longe de fechar a compra, dizemos que estão frios. Neste caso, pode-se fazer um envio de conteúdos relevantes para aquecer o mesmo.

Para isso, você, ou a agência de marketing contratada, pode criar fluxos de nutrição, com base na interação deles em canais como LP ou QR Code em outdoor ou panfletos e, assim, aquecer o lead.

  • Imagine que um cliente em potencial se cadastrar ou preenche um formulário para mais informações;
  • Ele entra no fluxo de nutrição, acionando um gatilho na ferramenta de automação;
  • Cada ação do fluxo leva o lead ao longo da jornada de compra;
  • Quando o lead chega na etapa de decisão de compra, a equipe de vendas assume.

  1. Comunicação Personalizada

Quando você desenvolve personas nas ferramentas de automação, pode criar ações automáticas a partir do perfil e da interação. Sabendo em qual persona se encaixa, você pode fazer um conteúdo direcionado.

Integrando seu site, com a plataforma de automação de marketing, você tem todo o rastreamento e pode criar conteúdos personalizados dependendo das páginas que o usuário mais acessou.

  1. Identificar as oportunidades

É preciso observar e analisar o comportamento do público para entender suas ações e quem tem mais chances de se tornar um cliente.

As plataformas de automação permitem fornecer um score baseado nas interações do lead. Essa pontuação permite uma campanha direcionada e também uma campanha de gamificação.

Por exemplo, ao atingir uma determinada pontuação, o contato se torna oportunidade, ao participar de mais ações ele recebe uma recompensa e assim você tem a chance de desenvolver o gatilho da reciprocidade.

Dentro disso, você pode fazer a passagem de MQL (Marketing Qualified Leads) para SQL (Sales Qualified Leads), ou seja , o marketing passando o bastão para vendas.

  1. Marketing e vendas juntas

Como disse antes, a automação une equipes de vendas e marketing, ao menos na troca de informações. Os contatos com nível de oportunidade são levados pela automação para a equipe de vendas.

É possível integrar a plataforma de automação à uma de CRM e encaminhar dados sobre leads e clientes.

A equipe de marketing atrai e qualifica os leads e o time de vendas tem tempo para falar com os leads já qualificados.

Para isso, é importante ter o SLA (Service Level Agreement), um documento para ter sempre à mão com as normas para a oferta, metas, questões contratuais, suporte e o que mais estiver nessa linha. Para ser revisto sempre para não ficar desatualizado, sempre de acordo com os serviços prestados.

  1. Ações com CRM e Whatsapp

Primeiramente, você sabe o que é CRM? Usada para “Customer Relationship Management” (Gestão de Relacionamento com o Cliente), mas inclui gestão 360º de vendas, marketing, atendimento e outros canais de relacionamento.

A automação de marketing pode organizar processos e ter uma comunicação mais próxima com as “oportunidades”. Por meio de configurações técnicas no site, é possível saber quais páginas são acessadas e criar fluxos com base nos conteúdos de interesse.

Disparos com base nessa informação, possibilitam aumentar as vendas e você ainda pode oferecer algo, como um brinde ou desconto especial para o contato no envio do conteúdo.

Para essa estratégia é importante oferecer conteúdo referente à interação do contato com seu site, a produção de conteúdo personalizado.

O Whatsapp Business ajuda na geração de novas vendas e na horaa de fidelizar o cliente. No site, basta inserir um botão de Whatsapp para indicar que há essa opção de contato. Nos formulários do site ou para landing page é possível direcionar leads para uma conversa.

As plataformas de automação permitem fazer uma gestão de leads mais eficiente. Você pode integrar um CRM à plataforma de automação para um intercâmbio de dados contidos nele e obtidos nas ações de marketing digital.

Essa troca facilita e garante que ambas as equipes, de vendas e de marketing, estejam alinhadas.

  1. Redução de custos

Além de economizar tempo por já deixar as tarefas prontas, a programação ajuda a reduzir os Custos de Aquisição do Cliente (CAC), porque é feita a partir do interesse do lead.

Você pode redirecionar custos de uma campanha de performance para o inbound e trabalhar os dois juntos. Com isso, pode haver uma diminuição de funcionários que cuidaram de toda a automatização e diminuir custos.

  1. Fidelização

Depois de atrair os novos leads, a automação de marketing pode ajudar a manter eles acompanhando a marca, ficando sempre atentos às novidades.

Para fidelizar os clientes, é preciso se manter na mente deles de forma positiva. Há várias formas de fazer isso, tudo depende do tipo de produto.

Para tanto é importante promover o conteúdo e também transformar o cliente em alguém que promova a marca, ajudando a reforçar a notoriedade da marca. Criar campanhas de fidelização faz com que o cliente se aproxime da marca.

  1. Novos canais de atendimento

Hoje é possível fazer diferentes tipos de atendimento, o mais recente é o uso dos chatbots. Eles estabelecem uma comunicação automática com base na interação do usuário.

Com os chatbots é possível fazer um atendimento totalmente personalizado, com o lead sendo direcionado para a pessoa responsável e a ferramenta entra aí, para criar um chatbot baseado no seu interesse.

O que é ferramenta de automação?

Para ter todos esses benefícios é preciso ter uma ferramenta de automação de marketing. Ela nada mais é do que um software que possui todas as informações e rotinas do processo de marketing e vendas. É neste meio que a estratégia de automação se estabelece.

É na ferramenta que é possível definir as regras da automação, integrar times no processo e nela você pode fazer análise de métricas do funil de vendas.

A plataforma de automação de marketing é usada no navegador, sem necessidade de baixar arquivos para o seu computador. Nela você pode fazer desde Landing pages, até posts em redes sociais e integrações com outras ferramentas.

Entretanto, é preciso ter em mente que a ferramenta não faz nada sozinha. É preciso que alguém planeje e monte o fluxo com os filtros que a automação irá seguir.

Quais as principais ferramentas de automação de marketing?

Atualmente existem várias ferramentas no mercado. De acordo com o site G2, são algumas das melhores plataformas de automação:

HubSpot Marketing

Pouco usado no Brasil, o HubSpot é popular no restante da América Latina. No mundo inteiro a HubSpot é utilizada para o Inbound Marketing e oferece softwares para gestão de marketing e vendas.

Para automação de marketing há o HubSpot Marketing Hub que pode ser integrado com o CRM da HubSpot.

Nessa plataforma você poderá fazer:

  • Acompanhamento em tempo real dos resultados de e-mails e conversão de LPs;
  • Lista de segmentação;
  • Dashboards e relatórios personalizados;
  • Chat para os clientes;
  • Lead Scoring baseado em machine learning;
  • Tokens de personalização;
  • Testes A/B inteligente de e-mail marketing.

Mautic

Essa é uma ferramenta de automação gratuita e de código aberto. Opção interessante para quem tem conhecimentos em programação ou um suporte na área.

Se você souber programar, pode utilizar plugins e integrar outras ferramentas e caso não saiba, pode usar a configuração padrão e fazer:

  • Geração de leads;
  • Criação de Landing pages;
  • Campanhas de automação;
  • Monitoramento das mídias sociais.

Leadlovers

Também uma ferramenta brasileira, é completa para Marketing Digital, As funções são simples e permitem criar trilhas de e-mails, páginas e landing pages.

Além disso, funcionam com redes sociais, automatizando mensagens de Telegram e SMS. Você pode ainda gerenciar a base com CRM nativo.

Com o Leadlovers é possível oferecer materiais exclusivos e cursos on-line no site também.

Mail Chimp

A origem do Mailchimp se deu como uma ferramenta de e-mail marketing acessível para pequenas empresas, porém foi incorporando diversos recursos de marketing e vendas ao longo do tempo e hoje é uma plataforma all-in-one.

  • Suas funcionalidades são:
  • Ferramenta de CRM;
  • Landing Pages e formulários de cadastro;
  • Segmentação da base;
  • Público semelhantes (lookalike);
  • Editor de imagens;
  • Jornada de Compra;
  • Integração;
  • Teste A/B;
  • Pesquisas;
  • Relatórios.

A ferramenta também possui opção de plano gratuito por tempo limitado. O uso da plataforma é pago.

RD Station

Essa é a plataforma mais usada no Brasil. O RD Station é uma ferramenta brasileira desenvolvida pela empresa Resultados Digitais. Comparada aos softwares estrangeiros, têm menos recursos, porém para empresas menores, com menos produtos, são ideais.

Além de estar toda em português, ela permite estruturar e-mails marketing e projetar disparos baseados em ações, otimizar conteúdos para buscas (SEO), criar LP e ações de automação, gerir mídias sociais e base de contatos.

Outra função muito útil é configurar o lead scoring e fazer lead tracking e acompanhar as ações dos usuários.

Por ser da Resultados Digitais tem fácil integração com o CRM da mesma, o RD Station CRM. Você pode fazer um dos três planos, dependendo do número de contatos e funcionalidades.

Sharpspring

A Sharpspring tem origem norte-americana e é bastante usada nos Estados Unidos. A empresa chegou a mais de 26 países e no Brasil se colocaram em Santa Catarina e Paraná.

Essa é uma das plataformas mais completas em questão de recursos de Marketing Digital para agências e empresas, com fluxos de nutrição visuais e intuitivos, lead scoring, personalização de listas dinâmicas com criação de personas, criação de landing pages e CRM nativo.

Além disso, você pode criar listas de segmentação por produto. No caso do mercado imobiliário isso é extremamente útil, pois a equipe de vendas específicas só receberá contatos com interesse no que estão vendendo.

Na Sharpspring é possível colocar regras e filtros para abranger diversas situações durante o fluxo de nutrição.

O grande diferencial da Sharpspring é conseguir ter landing pages e e-mails personalizados de acordo com a persona, é tão completo quanto o HubSpot e com preço mais acessível com suporte em português.

Qual a diferença entre automação de marketing e e-mail marketing?

Pode ser que você ainda esteja em dúvida do que é automação de marketing e o que é e-mail marketing. Embora ambas possam estar na mesma plataforma, há distinções.

Como vimos, a automação possui muito mais recursos além dos envios de e-mail marketing.

Os fluxos de nutrição feitos para serem disparados pela ferramenta de automação de marketing possuem um texto mais personalizado. Através de variáveis pode-se fazer um e-mail com nome do lead e o produto de interesse ou com o comprador e o nome do serviço ou produto.

Além disso, na plataforma é possível criar e-mails de conteúdo na plataforma, entregando temas relevantes para o lead e atraindo e fidelizando o cliente em potencial.

O e-mail marketing costuma ser uma imagem, ser mais generalista e com mais cara de venda, ambos podem ser usados em conjunto em uma estratégia que intercale as abordagens.

Como automatizar o marketing digital?

A essa altura você já conhece bastante sobre automação de marketing, as plataformas disponíveis e a diferença entre automação e e-mail marketing. Chegou a hora de saber como automatizar o Marketing Digital.

O ideal é começar pelo básico, ou seja, fluxos simples e automação essenciais. A máxima de que a prática leva a perfeição é aplicável aqui. Com o tempo você irá se familiarizar e ver os resultados.

Depois que você já estiver dominando o básico, você pode iniciar os comandos mais complexos dentro dos fluxos e processos para torná-los mais eficientes.

A primeira coisa a se fazer é planejar. É preciso ser um estrategista, saber onde pretende chegar e criar fluxos visando o objetivo.

Identifique sua meta, pode ser desde gerar leads, captar contatos ou conversão. Depois disso, defina sua persona para se comunicar pelo funil e entenda as etapas da jornada de compra.

Com esses 3 pontos definidos, objetivo, personas e jornada, você já consegue planejar seus passos.

Agora você está pronto para fazer os conteúdos e montar as automações seguindo o planejamento e iniciar a jornada do lead até a compra.

X