MG Blog

Storytelling: o que é e como aplicar no marketing imobiliário
🎧 O storytelling é uma ferramenta de marketing digital que atrai clientes por meio da emoção e é capaz de fidelizar uma audiência

Gostaria de escutar esse áudio de qualquer lugar e momento? Basta clicar no ícone ao lado e preencher o formulário!

Atrair o público por meio da emoção pode trazer um relacionamento muito mais próximo entre marca e cliente. Para isso , vale muito investir em uma estratégia de anúncio com storytelling. Mas você sabe o que é e como fazer uma campanha utilizando essa metodologia?

Storytelling é uma boa técnica para cativar o cliente, para deixar mais claro, colocamos neste artigo exemplos de Storytelling de sucesso para inspirar você.

 

Neste artigo você vai poder ler sobre:

O que é storytelling?

Storytelling é a prática de criar uma história com narrativa emocionante para estreitar a relação da empresa com o cliente. É preciso atrair a atenção de forma persuasiva e cativante.

Uma boa história ajuda a vender, é indispensável usar dados reais para gerar confiança, identificação e atrair a audiência.

O storytelling pode ser sobre a sua fundação, uma dificuldade que teve resultado positivo, uma negociação difícil que teve reviravolta ou um case de sucesso.

Se destrincharmos o termo, “story” significa história em inglês e “telling” contando, sendo assim uma contação de história.

Como aplicar storytelling na estratégia?

No marketing imobiliário, o storytelling será uma forma de cativar o potencial cliente usando:

  • Vocabulário que aproxime, algo informal;
  • Enredo provocativo;
  • Personagens com os quais o público se identifique;
  • Suporte visual.

No caso do imóvel é preciso encontrar algo sobre ele que seja único. No storytelling existem alguns elementos que sempre devem estar presentes e são muito importantes:

  • Mensagem;
  • Ambiente;
  • Personagem;
  • Conflito.

Usar fatos interessantes é essencial, assim como acentuar o positivo ou mudar o ponto de vista de algo que poderia ser negativo.

Como usar de forma estratégica?

Essa técnica tem uma linguagem própria e alguns passos são essenciais para o storytelling ser o que é. Para você aplicar na sua estratégia separamos 6 passos:

1 – Seja simples e emocionante

Não tente colocar todas as ideias de uma vez. Conte uma história simples, sem devaneios e não muito longas.

É importante ser direto e claro, para que a mensagem chegue de forma correta. Histórias simples são mais fáceis de trazerem identificação. Escutar o relato do personagem ajuda na hora de escrever o roteiro e contar sua história.

2 – Utilize os recursos da jornada do herói

Storytelling é basicamente contar uma história em um curta ou por imagens, então usar a principal estrutura de contação de história pode até ser óbvio.

A jornada do herói é mais perceptível em filmes de super heróis, mas a grande maioria utiliza a técnica. Bons exemplos dessa estrutura são filmes como “Senhor dos anéis”, “Os Vingadores” e “Harry Potter” que seguem a mesma linha de narrativa que envolve e encanta o público.

Essa metodologia da Jornada do herói foi criada por Joseph Campbell, em 1989, no livro “O herói de mil faces”. Essa estrutura é basicamente a mesma forma que diferentes culturas contam histórias, lendas, onde o herói ou a mocinha deve passar por alguns passos que o fazem desenvolver sua essência, voltando para casa com uma recompensa.

3 – Proximidades de histórias do dia a dia

O segundo passo pode parecer confuso, mas está mais próximo do que se imagina. Conte histórias baseadas em fatos e que se assemelham com os colaboradores e clientes.

4 – Seja verdadeiro

Nunca minta para o seu público. Isso acaba com a confiança e credibilidade e tem o resultado inverso do pretendido. A veracidade dos dados é muito importante.

5 – Tenha recursos  práticos para construir histórias

Algumas ferramentas, ou sites, podem ser usadas para criar quadros e montar o conteúdo. Os mais usados são o Pixton, Scribble Press e Chogger.

6 – Cative o público

Fazer com que as pessoas participem é importante e também uma das partes mais difíceis. Deixar o colaborador à vontade para enfrentar a câmera e ficar natural e sincero, pode ser um desafio, mas algumas dicas podem ajudar no storytelling.

  • Deixar claro o que pretende e a importância da pessoa para o projeto;
  • Filmagens mais lateralizadas tiram um pouco da tensão do filmado, além disso, dar a atmosfera de conversa descontraída, ajuda;
  • Mostre o roteiro com o que será perguntado e deixe o “entrevistado” livre para falar e errar quantas vezes forem necessárias.

Exemplos de storytelling

Existem ótimos exemplos de storytelling para inspirar sua campanha nos mais diversos segmentos.

No mercado imobiliário um bom exemplo é o vídeo sobre o bairro Jardim de Perdizes. O vídeo tem uma moradora falando sobre os benefícios de morar ali e a experiência de alguém que comprou imóvel na região.

Boas marcas em usar essa ferramenta são a Heineken e as marcas de cuidados pessoais como a Dove na linha Baby Dove.

Os vídeos anuais do Google de “Ano em pesquisa” são ótimos exemplos de como  cativar, emocionar e passar sua mensagem para a audiência, o último mostrou o ano por meio da busca do “porquê” e assim de uma forma humanizada, demonstrar o melhor lugar para você pesquisa.

Esses exemplos de storytelling mostram como aplicar essa estratégia e que é possível atingir o público-alvo por meio de storytelling.

X