MG Blog

Aprenda agora a fazer um eficiente fluxo de nutrição para imobiliárias
🎧 Um fluxo de nutrição eficiente pode gerar mais leads para a sua imobiliária. Por isso é importante entender como ele funciona para se destacar no mercado.

Gostaria de escutar esse áudio de qualquer lugar e momento? Basta clicar no ícone ao lado e preencher o formulário!

Fluxo de nutrição para imobiliárias

No setor imobiliário é muito importante oferecer uma boa experiência de compra para os seus potenciais clientes.

E um fluxo de nutrição estruturado corretamente ajuda os seus prospects a avançarem no processo de jornada de compra, já que recebem conteúdos que eles realmente irão consumir.

Além disso, manter um relacionamento baseado nos seus contatos ajuda a qualificar os seus leads e ainda evita que a equipe de vendas perca qualquer oportunidade.

Isso faz com que haja o aumento nas suas chances de negócios.

Mas você sabe como fazer um fluxo de nutrição capaz de converter? Se ainda não sabe, eu vou te ensinar agora!

Neste artigo você vai poder ler sobre:

O que é fluxo de nutrição?

O fluxo de nutrição para imobiliárias é o caminho lógico feito pela equipe de marketing e vendas para que os interessados nos serviços ou produtos possam ter todas as informações necessárias para fechar negócio com sua empresa.

Com ele é possível fazer o potencial cliente avançar dentro da jornada de compra até fechar efetivamente o negócio.

A jornada é feita com e-mails estratégicos nos quais cada mensagem possui informações necessárias para que o lead avance no funil até chegar ao fundo.

Mas você deve lembrar que nem sempre o lead está pronto para ser convertido em cliente, mesmo que ele preencha o seu formulário e peça informações para você, seja no seu site ou qualquer outro meio de contato.

Agora vou contar algo que ninguém te conta.

Para os vendedores, no caso das imobiliárias ou construtoras, os corretores, o contato direto com os leads pode ser desinteressante, além disso, na maioria das vezes, esse processo se torna caro. 

Então, quando você utiliza os recursos de automação de marketing, pode criar um fluxo de nutrição do seu lead.

Por que os fluxos de nutrição são importantes para as imobiliárias?

Já pensou em utilizar ferramentas de automação de marketing? 

Quando unida com estratégias de vendas no setor imobiliário, elas podem fazer com que sua empresa tenha resultados positivos, já que permitem o envio de mensagens personalizadas em tempo real para os seus leads durante o processo de vendas.

Quando a jornada é implementada na compra de um imóvel por meio da automação de marketing não há a possibilidade de termos um processo engessado e robotizado.

Assim, automatizar os conteúdos relevantes acaba com aquelas tarefas repetitivas dos corretores, deixando-os disponíveis para fazer aquilo que eles estão realmente preparados, ou seja, vender imóveis. 

Mas você sabe qual é o principal objetivo da automação de marketing?

O processo é realizado no setor de imóveis para reduzir o trabalho manual. Isso acontece porque a ferramenta faz muitos processos para você,  como com landing pages, formulários, fluxos de automação e outros. 

Ainda não está convencido? Vou te contar alguns dos benefícios de utilizar uma plataforma de automação no setor imobiliário:

  • Carga de trabalho dos corretores de imóveis reduzida;
  • Geração de leads, landing pages, publicação nas redes sociais e outros;
  • Estruturação da jornada de compra do lead;
  • Acompanhamento do funil de vendas entendendo cada etapa do seu potencial cliente.

 

Ainda não sabe como criar um fluxo de nutrição para sua empresa? Eu separei algumas dicas para facilitar ainda mais esse processo para você!

Dicas para criar um fluxo de nutrição eficiente para sua imobiliária

Após tudo o que já vimos, podemos seguir com um passo a passo para que você saiba como um fluxo de nutrição eficiente funciona.

1 – Segmente os seus leads

A segmentação pode ser mais básica ou elaborada, tudo vai depender do nível de maturidade da sua organização no momento de gerir o Inbound Marketing. 

Você não pode esquecer de definir critérios claros de separação de clientes, ou seja, aqueles que estão prontos para a compra e aqueles que ainda precisam ser trabalhados no processo de nutrição.

Dentro do mercado imobiliário, essa divisão funciona da seguinte forma:

  • Clientes sem contato;
  • Aqueles que estão em prospecção;
  • Os que fizeram a visita;
  • Enviaram a proposta;
  • Os que estão em processo de aprovação de documentação;
  • E os que estão em fechamento do negócio.

 

Além dos citados, você não pode esquecer daqueles que foram descartados por algum motivo.

É muito importante ainda entender que os que foram descartados na primeira prospecção não são, necessariamente, leads ruins. 

Acontece de ainda não estarem no momento de compra, mas podem ser futuros clientes. 

2 – Suas ofertas precisam ser definidas

Cada um dos grupos citados acima tem o seu próprio fluxo de nutrição além de necessidades que são específicas.

Leads fazem diferentes perguntas quando estão em busca de um imóvel. Pensando nisso, você deve definir os conteúdos que serão entregues para eles em cada fase da jornada de compra.

Para que entenda melhor, trouxe para você algumas sugestões de conteúdos para cada uma das fases:

  • Aprendizado e descoberta: introduções por meio de materiais e aplicativos para pesquisa de imóveis;
  • Consideração: materiais capazes de auxiliar os leads, como planilhas de cálculo e planejamento financeiro além de notícias sobre o mercado imobiliário (apresente notícias positivas);
  • Decisão de compra: dicas sobre negociação, lista com os documentos necessários e cuidados na hora de fechar contratos.

3 – Defina quais serão os gatilhos de transição

Os gatilhos permitem que haja a identificação de que o seu lead avançou dentro da jornada. Isso pode ser observado por algumas ações:

  • Quando ele preenche um formulário:
  • Quando ele clica em determinados e-mails mostrando interesses específicos;
  • Quando ele faz o download de materiais;
  • Quando ele visita o site;
  • Quando atinge a pontuação – lead scoring;
  • Quando muda de etapa no CRM;
  • Quando vários gatilhos são combinados.

 

4 – Faça e-mails que realmente farão parte de cada fluxo

E-mails são muito importantes dentro de cada fluxo de nutrição, pois estimulam ações dos leads, além de lembrá-los sobre a negociação.

Mas eles precisam ser atrativos e eficientes, estando de acordo com o momento e a necessidade de cada um dos potenciais compradores e fases em que estiverem dentro do funil.

Além disso, é muito importante que tenha a chamada para a ação – call to action – com um conteúdo interessante e um assunto que realmente seja chamativo para que ele seja aberto por um número maior de leads. 

5 – Fazer um cronograma de envios é importante

A frequência de envios dos conteúdos assim como a ordem em que serão enviados precisam ser pensados de maneira estratégica e com muita coerência.

É muito importante determinar a quantidade de materiais pensando no tempo médio que o lead demora em cada uma das etapas. 

6 – Faça o monitoramento de dados e otimizações

Esta é a última etapa, mas sua importância é enorme já que independente do estágio de maturidade da sua empresa ter um bom monitoramento faz com que você identifique tudo aquilo que estiver errado para que possa melhorar continuamente. 

A decisão de prioridade e de aprimoramento, assim como estratégias que devem ser adotadas começam pelos detalhes que se baseiam em dados, como as taxas de abertura e os cliques.

Você precisa observar também as taxas de conversão para formar com todas elas um painel de informação. 

Com esse acompanhamento você terá um melhor monitoramento das ferramentas para nutrir e qualificar os seus leads com muito mais qualidade e facilidade. 

Agora que você já sabe os principais passos para nutrir seus leads, que tal colocar as dicas em prática e aumentar o lucro do seu negócio?

X